Introdução gestão centros

Nos Centros de Marcha e Corrida do PNMC temos o compromisso de conhecer os nossos praticantes e ajudá-los a concretizar os seus objectivos. A filosofia do PNMC baseia-se no facto de oferecermos actividades para todos os níveis, estado de forma, género, idades e de todos poderem beneficiar destas práticas.

Objectivos

Com a implementação deste programa, pretendemos atingir prioritariamente os seguintes objectivos:  

- Promover e incentivar a prática desportiva regular da população portuguesa.

- Contribuir para a melhoria dos níveis de saúde da população portuguesa através de uma prática desportiva regular muito eficaz na obtenção deste objectivo.

- Contribuir significativamente para um aumento do número de praticantes de marcha e corrida em todo o país;

- Valorizar a imagem da prática da corrida de lazer e recreação, para que não esteja apenas relacionada com o rendimento desportivo;

- Envolver e desenvolver mecanismos de cooperação entre diferentes instituições (autarquias, organizações de provas, clubes, associações desportivas, escolas, entre outras) para um projecto nacional no âmbito da prática da marcha e corrida; - Combater os hábitos de sedentarismo;

- Aumentar as oportunidades de prática desportiva de toda a população; -Desenvolver e reforçar junto das comunidades locais, um ambiente social encorajador de um estilo de vida activo;  

Operacionalização

Criado com o objectivo de promoção e generalização da prática desportiva junto da população portuguesa – através da prática da caminhada e corrida – o aspecto diferenciador do PNMC reside no apoio técnico proporcionado a todos os praticantes que se deslocam aos Centros de Marcha e Corrida. Neste sentido, o reforço do número de Centros da Rede Nacional de CMC, alcançada através da constituição de novos Centros de Marcha e Corrida, é fundamental para a manutenção do sucesso do programa, funcionando estas infraestruturas como a base a partir da qual se desenvolve toda a actividade, desde o acolhimento dos praticantes, aos treinos regulares, passando pela oferta de percursos validados.

Embora numa primeira fase do PNMC, a implementação dos CMC estivesse muito direccionada para as Autarquias (Câmaras e Juntas de Freguesia como reforço dos programas de incentive á prática desportiva das suas populações), na atual fase do PNMC, pretende-se alargar a Rede de Centros de Marcha e Corrida procurando alargar e criar parcerias com outras entidades igualmente envolvidas na promoção da corrida, nomeadamente clubes desportivos, escolas, empresas, etc.

O processo de constituição de Centros de Marcha e Corrida, pressupõe 3 fases:

1ª Fase: Criação dos Centros de Marcha e Corrida - Apresentação da candidatura da entidade responsável ( clubes / autarquias) para constituição de um Centro de Marcha e Corrida; - Designação dos técnicos responsáveis possuidores de formação específica – detentores de formação superior, cursos de treinadores de Atletismo e/ou os cursos do PNMC. Estes técnicos participarão em cursos e programas curriculares específicos associados ao programa para formar técnicos especializados e garantir um modelo de intervenção comum a todos os Centros Municipais de Marcha e Corrida espalhados pelo país. - Validação de um ou mais espaços de funcionamento dos Centros de Marcha e Corrida; - Validação de um ou mais percursos dos Centros de Marcha e Corrida; - Elaboração de uma ficha técnica para cada um dos percursos com todas as informações referentes a esse espaço; - Avaliação da candidatura pela coordenação do PNMC.

2ª Fase: Abertura do Centro de Marcha e Corrida - A abertura dos Centros de Marcha e Corrida é realizada logo após a celebração do protocolo de cooperação, a homologação das instalações e percursos e terminado o processo de formação de técnicos de marcha e corrida, sendo este processo devidamente anunciado no site do PNMC; - Em cada Centro de Marcha e Corrida, será colocado um painel identificador das informações referentes a esse mesmo Centro;

3ª Fase: Funcionamento dos Centros de Marcha e Corrida e sua Avaliação:

- Inscrição dos praticantes no CMC e no PNMC mediante o pagamento da taxa anual de 10 euros/época;

- Disponibilização dos benefícios dos parceiros do PNMC e dos serviços de apoio da rede nacional de CMC aos praticantes inscritos no PNMC:

- Seguro desportivo geral para todos os praticantes ( garantido pelo PNMC ou pela entidade responsável do Centro);

- Avaliação dos níveis de condição física e monitorização longitudinal dos efeitos do programa na saúde dos praticantes;

- Aconselhamento para o treino por técnicos especializados dos Centros de Marcha e Corrida;

- Formação contínua dos técnicos dos Centros de Marcha e Corrida e Avaliação para introdução de novas medidas de incremento da qualidade do programa nacional;

- Os Centros de Marcha e Corrida deverão actualizar regularmente os dados relativos ao funcionamento do Centro e entregar, um relatório anual com a descrição do número de praticantes envolvidos no Centro, a apresentação sumária das actividades desenvolvidas e uma apreciação global do projecto.